monumentalmente no talo…

Assunto: Belchior
“Salve, MauVal.

Amigo, foi impossível conter as lágrimas quando vi a sua foto no Negativos & Positivos. Belchior tem uma obra tão espetacular, fundamental mesmo, que merecia um RonNquinha inteiro pra ele.
Que ele, enfim, esteja em paz.
E ouçamos as músicas dele, seja em gravações próprias ou em interpretações de outros artistas, com o volume NO TALO. Acho que é a melhor homenagem que podemos prestar a esse MonumeNto cearense.
Forte abraço.”
Evilasio
belchior2.tico

leandro mandou pra gente (ou “depois daquele beijo”…

atripa

Assunto: cave + antonioni
M.V.,
 
Cê vai publicando as coisas no tico achando que a gente tá passando batido, mas nã-nã-ni-nã-não…!
Uns bons meses se passaram desde que você compartilhou do tubo um momento inoxidável do Nick Cave e as sementinhas do mal no Glastonbury 2013. Papai do céu… é de tirar o pictap… é de tirar o pica-pau do oco (ajuda aí na dicção Carmelinha!!). Comecei a conferir o video despretensiosamente e acabei vendo duas vezes seguidas nessa madrugada. Rolou a gota fortemente em ‘from her to eternity’ e comecei a ficar muito preocupado com o meu estado físico e psicológico porque você fez questão de destacar que o melhor momento ainda estava por vir. Chorei novamente quando a situation em questão chegou – juntinho daquela garota na platéia e com as cordas do violino do Warren Ellis (um monstro!). Fazendo a pauta “Cine Shogun”, não sei se vocês repararam, mas em ‘push the sky away’ a câmera ainda mira o céu e se afasta.. pqprille… que momento!
 
Falando nisso, vi que a Nathalie já deu a dica, mas não custa reforçar: Blow-up em 35mm no CCBB vai ser histórico! Segue o horário das sessões:
 
10/05/2017 QUARTA                              
15:30 – Blow Up, Depois Daquele Beijo – Metragem: 111 – Formato: 35mm – Classificação Etária: 14 anos
 
14/05/2017 DOMINGO                            
16:00 – Blow Up, Depois Daquele Beijo – Metragem: 111 – Formato: 35mm – Classificação Etária:14 anos
 
(será que rola um encontrão e um “Cine Shogun” ao vivaço?? – não tem chances de ser decepção como aquele Jarmusch no Festival do Rio ano passado, haha).
 
Um grande abraço e até,”
L.
 

eduardo & jerry…

atripa.pb

Assunto: Jerry…
“Fala Maurição

Tenho andado longe dos emails (muito trabalho) mas sempre ouvindo o Ronca, semanalmente, religiosamente. Porém fui categoricamente obrigado a parar tudo e escrever devido ao #229. Quando jogou a granada com 3 músicas do Jerry Adriani, voltei ao passado e…sabe como é…o clima ficou pesadão. Explico: meu pai, seu Eduardo (aquele que foi amigo de infância do Noriel Vilela, lembra?), quando mais jovem, imitava Caubi Peixoto e…Jerry Adriani. Cresci escutando-o cantarolar pela casa as músicas de Jerry e, uma das primeiras músicas que aprendi a tocar no violão e cantar, no início da minha adolescência, sabe qual foi? Adivinhou? Pois é…foi Querida! E aí, imagina o que aconteceu quando escutei a musiquinha no Ronca…Muita pressão!
Obrigado a você e ao Shogun pelas 2 horas semanais, que são intermináveis…
Vivo ainda respirando, sem ajuda de aparelhos, graças ao Ronca.
obs…Lembro quando meu pai escutou pela primeira vez Renato Russo cantando, nos primórdios dos anos 80 e exclamou no meio da sala: “esse camarada imita o Jerry Adriani!” Putz….que momento…
Grande Abraço”
Gilberto – RJ